sexta-feira, 2 de março de 2018

Vigilantes em greve emitem nota sobre audiência no TRT

Nota:
No último dia 27 de fevereiro o coordenador geral do SINDSEGUR, Pablo Henrique, juntamente com a assessoria jurídica do nosso sindicato, participou de uma audiência no Tribunal Regional do Trabalho (TRT/RN) relativa ao INTERDITO PROIBITÓRIO acionado pela CAIXA ECONÔMICA FEDERAL.
Na ocasião, foi instituída a extensão do Interdito Proibitório em benefício do Banco do Brasil, com “os efeitos da decisão liminar, no tocante à não obstrução de entradas das agências, espaços internos, bem como não colocação de cartazes”, ficou estabelecido também ”não bloquear o acesso de pessoas e veículos, mantendo o livre trânsito dos carros fortes, tanto nas agências, quanto nos seus entornos e nas vias de acesso às agências bancárias, bem como não impedindo o abastecimento de numerários nos terminais e dependências”.
Diante do exposto, o SINDSEGUR orienta os vigilantes a respeitar os termos estabelecidos, assim como manter um movimento grevista pacífico, respeitando os servidores do Poder Público, a exemplo dos oficiais de justiça.
De acordo com o que foi determinado, “O sindicato réu assume a postura de orientar, inclusive por meio de seu site, os empregados que não estejam em greve, de que estão à disposição do empregador, inclusive podendo ser remanejados entre agências bancárias”.
Visto o presente acordo, “As multas e penalidades já fixadas (ao Sindicato e pessoalmente ao dirigente sindical) são desconsideradas”. Em caso de descumprimento, a multa destinada ao sindicato está fixada em seu montante originário, de R$ 100.000,00. Os impedimentos sobre os veículos também devem ser, todos, retirados.