segunda-feira, 2 de abril de 2018

Globo pagou mais de R$ 3,5 milhões com rescisão de contrato de William Waack


Cerca de quatro meses após ser afastado da Rede Globo, por conta do vazamento de um vídeo em que faz comentários racistas nos bastidores de um dos programas da emissora, William Waack fez um acordo milionário para a rescisão de seu contrato. De acordo com o colunista Ricardo Feltrin, do “UOL”, o jornalista recebeu mais de R$ 3,5 milhões de indenização após ter sido demitido.
Além do valor de contrato que ainda restava antes da rescisão, a Globo ainda pagou ao jornalista uma espécie de bônus por ele ter aceito os tesmos do acordo. Estima-se que apenas de salário, William Waack ganhava cerca de R$ 130 mil por mês e lhe restavam dois anos de contrato com a emissora.
Durante o 2º Encontro Folha de Jornalismo, realizado pelo jornal Folha de São Paulo, em fevereiro, William Waack deixou claro que faz parte de seu acordo com a emissora não falar sobre a rescisão. “A emissora e eu chegamos a um acordo. Eu tinha um contrato de prestação de serviços e esse contrato, por decisão mútua, foi encerrado dentro de cláusulas mutuamente acordadas. 

Essa postura está espelhada em um comunicado final, assinado pelos dois lados. Mais do que isso não posso comentar. Qualquer coisa que se refira a de onde eu saí precisa do meu advogado por perto”, afirmou o jornalista.