quarta-feira, 30 de maio de 2018

Procon Natal constata que 10% dos postos estão sem combustível

   

Instituto Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor de Natal realizou pesquisa extra de combustíveis na segunda semana do mês corrente, onde foi constatado variação nos preços dos combustíveis em relação a pesquisa na semana anterior, foi encontrado uma grande variação entre o maior e menor preço e entre o a pesquisa na primeira quinzena e segunda. 
A pesquisa foi realizada no dia 29 de maio em sessenta e seis (66) postos de combustíveis da cidade do Natal nas quatro regiões contempladas. Devido a paralisação de setores de transportes e por consequência a falta desse produtos nos posto da cidade. As maiores variações foram no diesel comum e na gasolina aditivada comum de (13,92%) e (6,88%) entre o maior e menor preço e de (8,77%) e (7,85%) respectivamente, no comparativo da primeira pesquisa pra a mais recente realizada por este órgão.
O PROCON NATAL, constatou aumento dos preços dos combustíveis pesquisados em todos os produtos é o que mostra a pesquisa e orienta aos consumidores que pesquise. Devido a incerteza no mercado pelos fatos ocorridos em notícias vinculadas nos meios de comunicação de bloqueio de estradas por movimento de categorias de transporte o consumidor deve estar atendo a abuso de poder econômico que possa ocasionar altas de preços demasiados.
A pesquisa realizada por este órgão constatou que (96,97%) dos postos pesquisados aumentaram os preços da gasolina e (54,55%) reajustaram os preços do Etanol em relação ao mês anterior. O aumento da Petrobras nas refinarias foi repassado para os consumidores nas bombas. A análise feita da pesquisa está disponibilizada em sua página virtual no site, www.natal.rn.gov.br/procon.
GASOLINA COMUM
A diferença entre o maior (R$ 4,699) e o menor preço (R$ 4,429) da gasolina comum teve uma variação de (6,10%), a variação de uma pra outra foi de (7,61%) com o preço médio atual (R$ 4,583) e (R$ 4,258) na pesquisa anterior.
Entre as regiões, a leste foi mais a que apresentou o menor preço médio dentre a Gasolina Comum (R$ 4,554) a pesquisa encontrou o menor preço de( R$ 4,429) foi encontrado na zona leste no bairro da Ribeira. Já os maiores preços de combustível foram constatados nas regiões sul e oeste, com o valor médio da gasolina comum foi de (R$ 4,607) na região sul e o maior valor de (R$ 4,699) na região sul no bairro da Montebelo, Capim Macio e ponta Negra e oeste no bairro de Felipe Camarão e Cidade Nova.
GÁS VEÍCULAR
No Gás Veicular foi encontrado aumentos muito superior aos reajuste normais para esse tipo de combustível aumento não foi diferente e (8) oito postos reajustaram seus preços em relação ao mês anterior, uma vez que esse produto sempre tinha uma variação constante nas demais pesquisas realizadas por este órgão, o custo médio do gás veicular foi de (R$ 3,258) e na segunda pesquisa e de (R$ 3,036) na primeira sendo encontrado uma variação de (R$ 0,222) chegando a um percentual de (7,33%).
O menor preço constatado pela pesquisa foi de (R$ 3,149) na zona leste da cidade, no bairro de Tirol e o maior preço de 3,299 na Norte no bairro Potengi.
ETANOL
O Etanol, foi o combustível apresentou variação de (3,13%) no comparativo entre o maior e o menor preço e uma variação no mês de (5,82%). O PROCON NATAL encontrou muita dificuldade de encontrar esse produot nos postos pesquisados.
No gráfico 01, observamos a variação do maior e menor preço dos combustíveis pesquisados, onde o etanol teve variação de (5,82%), o diesel comum e o S-10 com uma variação de (13,92%) e (7,94%) respectivamente, a gasolina aditivada e a comum com uma variação de (6,10%) e (6,88%) respectivamente, e o gás natural com variação de (4,76%).    
https://lh6.googleusercontent.com/TgVaRfqgYpd-nRWIlpkMbl29W30UJK1r11XVYERPqqaUivaZU9Ot5khAlKcRd30gSCx60_znJxpfg5kWkkyhUma9BZPoX7cZnYe1TODjaPxwKFzSTpTyNXMqDKE0PKgfNFURiUBv

 

               
No gráfico 02, observamos a variação do preço médio de um mês para o outro dos combustíveis pesquisados, onde o etanol foi de (3,13%), Já a gasolina comum com uma variação de (7,61%), a gasolina aditivada com uma variação de (7,85%), o diesel comum (8,77%), o diesel S-10 com (8,50%), e o gás natural com a menor variação de (7,33%).
https://lh3.googleusercontent.com/ORfYJl2MPCfP7iloPgk05IczsbR8O-eW1xff-5Lfn-dSpB7i_Hy99dRfIZ5WjNr7fYLMgjXQFbycxvQGIpKI7VnbmIfguhHHIrzLX7eKF6WoOXIsGOzgYmGJ9g0ms68fhifIZR2F
             
Na tabela 01, encontramos ranking de cada região com os preços médio da Gasolina comum, Etano e Diesel comum pesquisado por este órgão, sendo a região oeste a que apresentou a menor média de gasolina cumum e Etanol, o Diesel cumm na região Oeste, e a região sul mais uma vez com as maiores medias de preço.

RANKING DAS REGIÕES COM MENOR PREÇO MÉDIO
REGIÃO
 GASOLINA COMUM
REGIÃO

 ETANOL
REGIÃO
 DIESEL COMUM
LESTE
4,554
NORTE
3,690
 LESTE
3,883
 NORTE
4,580
 SUL
3,690
NORTE
3,914
SUL
4,589
 LESTE
3,697
 OESTE
3,945
 OESTE
4,445
 OESTE
3,717
 SUL
3,967

Na tabela 02, encontramos a número de postos que possui preço maior e menor que a média encontrado na pesquisa realizada no mês de corrente e o número de postos com maior e menor preço de combustíveis pesquisados no mês de maio a pesquisa encontrou 2(dois) posto que vende a gasolina comum no seu maior valor de (R$ 4,699) e 1(um) posto que vende a gasolina comum mais barata de (R$ 4,219) e (20) vinte acima da média de (R$ 4,583) e (11) onze abaixo da média.

QUANTIDADE DE POSTOS COM SEUS PREÇOS E MÉDIA NO MÊS
 
Etanol
Gasolina comum
Gasolina aditivada
Diesel comum
Diesel S-10
Gás veicular
Maior média
06
20
13
18
19
09
Menor média
07
11
12
20
11
02
Maior preço
03
02
01
01
01
01
Menor preço
01
01
01
01
01
01

O PROCON NATAL orienta aos consumidores para consultarem na íntegra da pesquisa realizada e divulgada, no endereço eletrônico www.natal.rn.gov.br/procon, através da qual traz a informação dos preços praticados em 66 postos da cidade, orienta também para que os consumidores fiquem atentos aos preços que estes verificam em sua rotina pesquisando sempre os melhores valores e o custo-benefício na hora de abastecer.