sábado, 9 de junho de 2018

Hospital de Pau dos Ferros ganha novos leitos de UTI e serviço de ortopedia

  
 Foto: Rayane Mainara
O Alto Oeste potiguar acaba de ganhar duas importantes obras na área da saúde, executadas pelo Governo do Estado. O governador Robinson Faria, esteve no Hospital Regional Doutor Cleodon Carlos de Andrade, em Pau dos Ferros, para entregar novos leitos de Unidade de Terapia Intensiva Adulto (UTI) e inaugurar de forma simbólica o serviço de ortopedia da unidade.

O hospital recebeu uma UTI totalmente renovada, com capacidade ampliada de seis para dez leitos. O investimento na obra foi de R$ 850 mil com recursos do tesouro estadual. O valor também incluiu uma reforma estrutural e a compra de novos equipamentos.

“A Saúde no Rio Grande do Norte avançou em mais uma etapa. Estamos entregando dois grandes serviços para o setor, beneficiando não apenas a população de Pau dos Ferros, mas toda a região. Nosso investimento vai dar agilidade ao atendimento e diminuir ou até cessar o deslocamento para outras unidades”, destacou o governador.

O serviço de trauma-ortopedia já estava em funcionamento desde abril deste ano e foi entregue hoje de forma simbólica. Dois ortopedistas se revezam em um plantão para cirurgias de urgência, emergência e eletivas. De abril a junho já foram realizadas 164 cirurgias, sendo 101 cirurgias de caráter de urgências e 63 eletivas.

Robinson complementou lembrando que a implantação da ortopedia no Hospital Regional de Pau dos Ferros elimina em 100% as transferências de pacientes para Mossoró, por exemplo. “Vamos desafogar o atendimento em outros hospitais de referência, como também evitar comprometer ainda mais a saúde do paciente”, disse.

O secretário de Estado da Saúde Pública, Pedro Cavalcanti, ressaltou que os serviços entregues hoje, somados aos que estão em andamento, tornam a unidade um modelo para o setor. "Esse hospital vai ficar pleno. Vai ser uma unidade com capacidade para fazer cirurgias de baixa, média e alta complexidade. O titular da Sesap também destacou que o hospital deve receber ainda este ano um arco cirúrgico e também um equipamento de hemodiálise aguda.