quinta-feira, 21 de junho de 2018

Semarh usa drone para monitorar áreas de preservação de açudes do Estado

  Resultado de imagem para drone para monitorar áreas de açudes do Estado

A Secretaria Estadual do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh) começou a usar drones para monitorar as Áreas de Preservação Ambiental (APP´s) dos açudes do Estado. O objetivo principal do trabalho é verificar se existem construções irregulares e se as áreas se encontram com algum grau de desmatamento.
 
A equipe de geoprocessamento da Coordenadoria de Gestão da Semarh já visitou Novo Angicos, em Angicos, Pataxó, em Ipanguaçu, e Boqueirão de Angicos, em Afonso Bezerra e esta semana está em campo produzindo imagens aéreas no entorno dos açudes Bodó, em Tenente Ananias, Apanha Peixe, em Caraúbas e na Barragem de Lucrécia.
 
O Secretário Mairton França explica que o trabalho foi iniciado nos reservatórios que estão prestes a serem recuperados pelo Projeto Governo Cidadão, mas que a ideia é expandir para todos os outros que o Estado acompanha a situação. “Essa ferramenta agiliza a obtenção de dados e fornece mais segurança à emissão de laudos” Destaca o Secretário.
 
A APP é uma área localizada a 300 metros a partir do espelho d’água de cada reservatório, considerando sua cota máxima. As ações estão sendo desenvolvidas em parceria com a Companhia Independente de Proteção Ambiental (Cipam) e técnicos do Projeto Governo Cidadão.
 
As obras de recuperação dos seis açudes visitados já estão sendo licitadas. Os recursos são do Governo do RN, por meio do Governo Cidadão, através do Acordo de Empréstimo com o Banco Mundial. Os projetos técnicos e executivos das obras foram elaborados pela Semarh.