terça-feira, 3 de julho de 2018

Lula em carta: 'Não há razões para acreditar que terei Justiça'



AP Photo/Andre Penner


Em carta lida pela presidente do PT, Gleisi Hoffmann, e intitulada “Carta em Defesa da Democracia”, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse “não ter mais razões para acreditar que terá Justiça”.
No documento assinado por Lula, o ex-presidente critica os ministros do Supremo Tribunal Federal, reafirma que é inocente e que será candidato nas eleições presidenciais deste ano.
“Tudo isso me leva a crer que já não há razões para acreditar que terei Justiça, pois o que vejo agora, no comportamento público de alguns ministros da Suprema Corte, é mera reprodução do que se passou na primeira e segunda instâncias”, afirma.
Lula cumpre pena de 12 anos e um mês de prisão em regime fechado pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do tríplex em Guarujá.
“Não estou pedindo favor; estou exigindo respeito. Ao longo da minha vida, e já conto com 72 anos, acreditei e preguei que mais cedo ou mais tarde sempre prevalece a Justiça para pessoas vítimas da irresponsabilidade de falsas acusações”, afirma Lula.
com informações de yahoonotícias