sexta-feira, 6 de julho de 2018

Prefeito Rosano Taveira recebe prêmio conquistado pelo Rio de Leitura

   

O Prefeito Rosano Taveira recebeu em seu gabinete, a visita de assessores técnicos do Rio de Leitura. A comissão veio entregar em mãos ao Prefeito, o certificado conquistado no 23º Salão da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ), realizado de 27/06 a 05/07 no Rio de Janeiro, onde Parnamirim recebeu a premiação de segundo melhor projeto de incentivo à leitura do país.
"É a quarta premiação que o Rio de Leitura confere ao nosso município, elevando os feitos da Educação a nível nacional. Os professores estão de parabéns por acreditar e investir juntamente conosco para formar uma cidade de leitores", disse o Prefeito Rosano Taveira.
Pela conquista mais recente, o Rio de Leitura recebeu, além do certificado de premiação da FNLIJ, 300 livros literários que serão destinados à Biblioteca Pública Municipal Rômulo Chaves Wanderley.
"O Rio de Leitura está de parabéns pela nobreza de sua missão, pela formação contínua dos mediadores de leitura, pelo incentivo às politicas públicas de promoção à leitura no município e pelo trabalho incansável em tornar vivas e acolhedoras, as bibliotecas escolares, presentes em todas as escolas da rede municipal", disse a titular da Educação, Ana Lúcia Maciel.
Criado há dez anos, o projeto "Parnamirim, um rio que flui para o mar da leitura" está mais vivo do que nunca nas escolas públicas do município. Basta ver a emoção, o sorriso e olhar de cada aluno, dos menores aos maiores, que descobre, a partir do espaço escolar, o prazer único que existe no hábito da leitura.
A história desse rio envolvente de leitura é feita de encontros inesquecíveis de alunos da escola pública com escritores potiguares e suas obras, estimulando a curiosidade pela descoberta de novas leituras literárias.
"O prêmio concedido pela FNLIJ ao Rio de Leitura como segundo melhor projeto de incentivo à leitura do país é uma alegria. Mas, nossa alegria é diária, ao descobrir o que a leitura pode fazer pela educação na escola pública", disse Angélica Vitalino, assessora técnica do Rio de Leitura.