quinta-feira, 9 de agosto de 2018

Caso PM Juliane: suspeito tem prisão temporária decretada



Foto: Marcelo Gonçalves/Agência Estado - 08.08.2018
O suspeito que aparece nas imagens de segurança com a moto da PM Juliana teve a prisão temporária decretada por 30 dias pela Justiça de São Paulo, após prestar depoimento  para a Polícia Civil.

Segundo a RecordTV, o homem e conhecido como “Silvinho”, Ele alegou que teria aceitado abandonar a moto da PM morta em troca de drogas, mas não sabia a origem do veículo. A Polícia Civil, no entanto, acredita que o rapaz tenha participado da abordagem à policial dentro do bar, em Paraisópolis, com outros três suspeitos.

Um outro homem, conhecido como “Sem Fronteira”, também foi preso por suspeita de envolvimento no crime . Ele teve a prisão temporária decretada por 15 dias. O rapaz é apontado como um dos gerentes do tráfico na comunidade.

“Sem Fronteira” foi transferido para um CDP (Centro de Detenção Provisória), cuja unidade não foi divulgada, por volta das 22h desta  ultima quarta-feira (8).

com informações do R7.com