terça-feira, 4 de setembro de 2018

Adolescente que foi arremessada de brinquedo em Goiás tem morte cerebral

                                   
                                   Foto: reprodução/Facebook
A adolescente Isabela do Amaral Vieira, de 16 anos, que foi arremessada de um brinquedo em um parque de diversões em Goiás teve declarada morte cerebral.
Isabela estava internada em estado grave desde 26 de agosto, data em que ocorreu o acidente no brinquedo Surf, num parque em Ceres. Pela queda, Isabela perdeu um rim, parte do intestino e sofreu fraturas na coluna e no crânio, além de um inchaço no cérebro. Os médicos retiraram a medicação que a mantinha sedada, mas ela não reagiu.
Ao UOL, o delegado Ricardo Pereira Álvares, disse que a princípio o caso estava sendo tratado como lesão corporal culposa, mas agora muda para homicídio culposo, quando não há intenção de matar.
Isabella e mais três garotas foram arremessadas do brinquedo depois que a trava de segurança que protegia os usuários não funcionou.
O responsável pelo brinquedo apresentou à polícia no dia seguinte ao acidente documentos como certificado de conformidade expedido pelo Corpo de Bombeiros e alvará concedido pela prefeitura de Ceres. A polícia aguarda ainda laudo pericial e depoimento das vítimas.