terça-feira, 25 de setembro de 2018

Depois de atacar Lula, dono do Bahamas agora está com Haddad

Oscar Maroni é candidato na coligação de Fernando Haddad

Oscar Maroni virou cabo eleitoral de Fernando Haddad.
Tido como o maior e mais espalhafatoso dono de bordel do país, ele é candidato a deputado federal pelo PROS, que junto com o PCdoB e o PT formam a coligação que pretende levar o petista ao Palácio do Planalto.  

Maroni é o proprietário do Bahamas Hotel Club, localizado em São Paulo, e que, com seus 1.740 metros quadrados, é o mais famoso centro de "hedonismo" da América Latina.

 Sempre polêmico, ele causou estardalhaço em abril passado ao aparecer vestido de "Irmão Metralha" e dizer em um vídeo que “se o Lula for preso, a cerveja é de graça até a meia noite. Agora, se matarem ele na prisão, a cerveja vai ser de graça durante o mês inteiro”. 

Mesmo para Maroni, a fala soou exagerada e ele acabou se retratando em seguida: "No vídeo, eu faço um comentário que eu gostaria que o Lula morra ou que o matassem na prisão. Falei errado e retiro. Quero que ele fique vivo e apodrecendo.”

Comi diria um Shakespeare do Bahamas,"há mais coisas entre o eleitor e a urna do que pode imaginar a nossa vã filosofia".

com informações do R7.com