quinta-feira, 20 de setembro de 2018

SESAD realiza programação do Setembro Amarelo


A Prefeitura de Parnamirim, através da Secretaria de Saúde (SESAD), promoveu nesta quinta-feira (20) o “CCP pela valorização da vida”, um evento alusivo à Campanha Nacional Setembro Amarelo, com o objetivo de contribuir com o combate à depressão e o suicídio.

A programação aconteceu no Auditório Clênio José, no Centro Administrativo da Cohabinal e reuniu profissionais das Secretarias de Saúde, Assistência Social e Educação. A apresentação musical da psicóloga Yana Dutra e entoação do Hino Nacional abriram a programação que contou com dramatização sobre o tema e palestra com a psicóloga e psicanalista Raianne Bezerra, que abordou sobre dados estatísticos de suicídio; origem do Setembro Amarelo; Identificação de sinais e como ajudar ou buscar ajuda.

Além disso, ocorreu uma roda de conversa com as psicólogas do Centro Clínico de Psicologia (CCP) com o tema “Suicídio em debate, ressignificando a vida” e o depoimento da assistente social da Maternidade Divino Amor, Vitória Régia Cavalcante, que vivenciou a experiência de ter um familiar vítima do suicídio.

Na ocasião, a secretária adjunta de Saúde, Elizabeth Carrasco, falou da importância do Setembro Amarelo e do trabalho realizado na Prefeitura. “Diante do aumento no número de casos, devemos ter um olhar diferenciado para este problema, que apresenta sintoma lento e silencioso. Aqui na Prefeitura temos esse compromisso, temos o CCP e os CAPS, preparados para atender estes casos”, explicou.

De acordo com a diretora do CCPAR/UnP e idealizadora do evento, Jaciara Rangel, os dados sobre suicídio no Brasil são alarmantes e já representa o quarto maior motivo de morte entre os jovens, ao todo, cerca de 32 mortes por dia. “O município de Parnamirim, mais uma vez tem se destacado com a criação da Lei municipal nº 1.917 de 2018, de combate a depressão, suicídio e preconceito e do Centro Clínico de Psicologia, criado em 2017 e preparado para atender a demanda do município”, esclareceu.