quarta-feira, 19 de setembro de 2018

STJD denunciará Atlético Mineiro por cantos homofóbicos de torcida durante clássico

 Foto: Denis Dias/Gazeta Press
O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) denunciará o Atlético-MG pelo canto homofóbico que citava o candidato à presidência Jair Bolsonaro, do PSL, durante o clássico contra o Cruzeiro no último domingo (16).
Segundo o UOL Esporte, o clube será denunciado pelo procurador-geral do STJD, Felipe Bevilacqua, no artigo 191 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD). O Atlético-MG pode ter que pagar multa de R$ 100 a R$ 100 mil, dependendo da decisão.
Durante o confronto contra o Cruzeiro, torcedores do Atlético Mineiro cantaram “Ô, cruzeirense, toma cuidado, o Bolsonaro vai matar veado”.
Após o clássico, o clube disse que não iria se manifestar, mas acabou voltando atrás e fazendo posts sobre o assunto nas redes sociais: “O CAM lamenta profundamente as manifestações homofóbicas de parte dos torcedores, no jogo deste domingo, no Mineirão. 
Reiteramos nosso repúdio a quaisquer gestos de preconceito ou de incitação à violência. A maior torcida de Minas é composta por pessoas de todas as classes sociais, raças e gêneros, não cabendo qualquer tipo de discriminação. Isso não faz parte da nossa gloriosa história! #TimeDeTodos”.