quarta-feira, 10 de outubro de 2018

Bolsonaro dispara: 'Sua hora vai chegar, marmita de corrupto preso'



Foto:    AFP Photo/Nelson ALMEIDA

O veto da equipe médica de Jair Bolsonaro (PSL) à presença do candidato no debate da Band, que aconteceria na próxima quinta-feira (11) tem rendido debate acalorado entre ele e seu rival no segundo turno, Fernando Haddad (PT).
Haddad soube da ausência de Bolsonaro ao ser avisado por assessor durante entrevista a veículos estrangeiros. Na hora, afirmou que faria o que for preciso para poder debater ideias e projetos com o adversário.
“Eu vou até a enfermaria, na boa, fazer o debate, porque nós temos que passar a limpo muitas coisas. Vou em qualquer ambiente que ele quiser. Prometo, inclusive, moderar o tom. Ele falou que não quer se estressar, eu não vou estressar ele. Eu falo da forma mais calma possível, vou falar docilmente, não altero a voz, nem olho para ele, se ele ficar com muito receio”, afirmou o petista.
Mas Bolsonaro não só não demorou para responder, como não deixou barato. Citando um tweet de seu filho Carlos, também em ataque a Haddad, o candidato à presidência afirmou que “a hora de Haddad vai chegar” e chamou o rival de “marmita de corrupto preso”, em referência às visitas do petista ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso em Curitiba (PR).

com informações de yahoonotícias