quarta-feira, 3 de outubro de 2018

Bolsonaro diz que Brasil não merece ser governado de dentro da cadeia

Bolsonaro agradece apoio de lideranças do agronegócio

O candidato à Presidência pelo PSL, deputado federal Jair Bolsonaro, declarou em sua conta no Twitter na manhã desta quarta-feira (3) que não permitirá que acabem com a Lava Jato. Ele ainda disse que o Brasil "não merece ser governado de dentro da cadeia".

"Não permitiremos que controlem a mídia e a internet e que acabem com a Lava Jato. Nosso país não merece ser governado de dentro da cadeia ou por seus alinhados políticos mascarados como opções, mas com a mesma essência que nos destrói. Vamos juntos impedir que destruam o Brasil”, disse o candidato, em clara referência ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que apoia a candidatura do ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad.

O capitão da reserva continua em recuperação em sua casa no Rio de Janeiro. Ele teve alta no último sábado (29), após ser esfaqueado no dia 6 de setembro durante ato de campanha em Juiz de Fora, Minas Gerais.

Na noite de terça (2), pesquisa do Datafolha apontou que Bolsonaro está na liderança da disputa eleitoral e atingiu 32% das intenções de votos, seguido por Haddad, com 21%.

Após a divulgação dos resultados da pesquisa, o candidato do PSL fez uma transmissão ao vivo pelo seu Facebook e agradeceu o apoio da Frente Parlamentar da Agropecuária, que reúne 261 deputados federais e senadores, e também de lideranças evangélicas.

com informações do R7.com