sexta-feira, 30 de novembro de 2018

Avião de pequeno porte cai na zona norte de São Paulo

 Foto: Reprodução/TV Globo
Uma aeronave caiu na tarde desta sexta-feira, na região norte da capital paulista. A informação foi confirmada pelo Corpo de Bombeiros às 16h18 na conta oficial do Twitter da corporação.
A queda aconteceu na Avenida Santos Dumont, na altura do número 100. O local é uma área residencial nas proximidades do aeroporto Campo de Marte que costuma operar voos executivos. O acidente provocou um incêndio logo contido pelos bombeiros. 
Segundo a GloboNews, a aeronave teria decolado da pista 30 do Campo de Marte e caído instantes depois. As informações são que duas pessoas morreram e 12 feridos.
Piloto tinha 26 anos e dono da aeronave não estava no voo
Quem pilotava o avião era o piloto Guilherme Murback, de 26 anos. Em seus perfis nas redes sociais, o jovem piloto costumava registrar seus voos em fotos e vídeos.
A aeronave pertencia a Fernando Matarazzo, diretor comercial da Mitsubishi no Brasil. Conforme assessoria de imprensa da montadora, nem Matarazzo nem seus familiares estavam no voo.
Informações do Corpo de Bombeiros dão conta de duas vítimas fatais do acidente que foram retiradas do avião. Por enquanto, só se sabe a identidade do piloto. A queda também feriu 12 pessoas que não correm risco de morte.
Cinco dos 12 feridos estavam dentro de suas casas e outras setes passavam pela rua no momento da queda. O avião explodiu e as chamas que atingiram um caminhão e ao menos um carro, já foram controladas.
O avião modelo Cessna 210 Centurion, matrícula PR-JEE, estava em situação regular junto à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e tinha certificação até dezembro de 2022.