terça-feira, 13 de novembro de 2018

Bolsonaro anuncia general e assessor de presidente do STF como Ministro da Defesa

 O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) e o ministro e presidente do STF, Dias Toffoli (Fátima Meira/Futura Press)
O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) anunciou o general Fernando Azevedo e Silva como Ministro da Defesa de seu governo a partir de 2019. A declaração foi dada por meio do Twitter na manhã desta terça-feira (13). Azevedo e Silva é, até o momento, assessor do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli.

O militar da reserva foi recomendado ao ministro pelo comandante do Exército, general Villas Bôas. À época em que anunciou o assessor, o presidente do Supremo afirmou que “a escolha obedeceu a critérios objetivos de habilidades e competências”.

Quem é o futuro ministro?

Fernando Azevedo e Silva foi chefe do Estado-Maior do Exército e passou para a reserva este ano. Segundo a revista Época, antes mesmo de ser indicado assessor de Toffoli, ele integrou um grupo formulador de propostas para a campanha de Bolsonaro e ofereceu almoço ao vice da chapa, o general da reserva Antônio Hamilton Mourão (PRTB). À revista, Silva declarou que a reunião se tratava de um encontro entre “velhos camaradas”.

Apesar da carreira militar, Silva acumula outras passagens pela política. Ele foi ajudante de ordens do ex-presidente Fernando Collor e chefe da assessoria parlamentar do comandante do Exército.

com informações de yahoonotícias