quinta-feira, 15 de novembro de 2018

Encontrada nova 'superterra' próxima ao nosso planeta

Foto: Observatório Europeu do Sul em 13 de novembro de 2018 mostra desenho de artista da superfície da "superterra"
Uma "superterra" foi descoberta na órbita de uma estrela vizinha do sistema solar: um mundo "frio e escuro", não adequado à vida como a conhecemos, segundo um estudo publicado nesta quarta-feira na revista Nature.
Este planeta, batizado provisoriamente "Estrela de Barnard b", foi detectado na constelação de Ofiúco, em volta da estrela de Barnard, que fica a apenas seis anos-luz da Terra (um ano-luz equivale a 9,46 trilhões de km).
"É nossa vizinha", declarou à AFP o coautor do estudo Ignasi Ribas, do Instituto de Estudos Espaciais da Catalunha e do Instituto Espanhol de Ciências do Espaço.
Esta proximidade poderia permitir estudá-la com a chegada próxima de instrumentos de observação mais modernos.
O planeta, que completa uma volta em sua estrela em 233 dias, foi detectado graças aos espectrômetros HARPS e UVES, caçadores de planetas do Observatório Europeu Austral (ESO), instalado no Chile.
Segundo os pesquisadores, a Estrela de Barnard b tem uma massa 3,2 vezes superior à da Terra e portanto é chamada de "superterra".
Para os astrônomos, trata-se de um "mundo frio e escuro", iluminado apenas por sua estrela, uma anã vermelha provavelmente duas vezes mais antiga que o sol.
Mesmo sendo próxima a sua estrela (0,4 vezes a distância que separa a Terra do Sol), os cientistas acreditam que só recebe 2% da energia que a Terra recebe de sua estrela.
Sua temperatura de superfície não superaria -170ºC, o que exclui a existência de água em estado líquido e portanto, a vida como a conhecemos.
Os pesquisadores conseguiram detectar este novo mundo utilizando "mais de 20 anos de dados" e sete instrumentos de observação que permitem determinar as variações de velocidade da estrela gerados pela presença de um exoplaneta.
A Estrela de Barnard b é o exoplaneta mais próximo à Terra depois de Proxima b, cuja descoberta foi amplamente noticiada em 2016. Este se encontra na órbita da estrela Proxima Centauri, a 4,2 anos-luz.

com informações de yahoonotícias