terça-feira, 20 de novembro de 2018

Lula apareceu envelhecido, e já falam em prisão domiciliar

Lula durante o seu último depoimento

Lula durante o seu último depoimento

Reprodução/JFPR
Os petistas estão inquietos desde a última quarta-feira quando Lula prestou depoimento à Justiça, em Curitiba. Ele é acusado de receber dinheiro sujo para reformar o célebre sítio de Atibaia.

O bulício da turma foi causado pela aparência envelhecida do ex-presidente da República. Também andaria deprimido.

Queriam o quê?
Que estivesse eufórico pela surra que Haddad tomou nas urnas? Lula contava com a vitória do ex-prefeito para sair da cadeia. Não deu, o farol abaixou. Natural.   
E, por mais que os fanáticos não acreditem, Lula é um homem como outro qualquer. E como outro qualquer, é suscetível às agruras do tempo, ainda mais se as horas escaparem dentro de uma cela.

Às vezes, as pessoas preferem esquecer o óbvio: ele é um velho de 73 anos. Os petistas precisam ter clareza de que a cana é dura, mesmo em condições especiais, como as que foram generosamente ofertadas ao ex-presidente. 

Portanto, não há razão para tanto rebuliço pela falta de viço no rosto de um presidiário, que já é um senhor de idade. E Lula também surgiu abatido porque, logo de início, percebeu que a juíza Gabriela Hardt poderia ser um osso duro de roer, como realmente foi.   

O que se precisa observar é que junto com essa inquietação sobre a feição cansada de Lula, aqui e ali, pululam vozes defendendo que, em função disso, ele deveria ir para a prisão domiciliar, pois sua saúde estaria debilitada. Por ser diabético, sofreria mais com a cadeia.

Só os juízes e os médicos dirão se Lula terá direito a curtir com os netos a pena que lhe foi imposta. Mas o fato de parecer derreado, alquebrado, exaurido...não deve causar nenhum desconforto a quem defende que a lei é para todos.  
Lula apenas está pagando pelos erros que cometeu.
Como qualquer um.

com informações do R7.com