quarta-feira, 26 de dezembro de 2018

Auditores entregam cargos em protesto na Tributação do RN

Foto: DIVULGAÇÃO SINDIFERN
O Sindicato ainda destaca que o atendimento à população, bem como as atividades nos locais de trabalho continuarão suspensas até sexta-feira (28), das 09h às 12h, se o Governo não garantir o pagamento de novembro. “O Gabinete Civil disse que irá dar uma resposta à categoria até às 16h, desta quarta-feira (26) sobre a folha salarial de novembro. Logo após, atualizaremos a categoria sobre o posicionamento do Governo”, destacou Freitas.
O Sindifern, com apoio da Associação dos Procuradores do Estado – Aspern, também deu entrada no mandato de segurança coletivo, pedindo o bloqueio das contas do Governo, para que o saldo que resta seja utilizado, exclusivamente, para o pagamento dos salários de novembro.