domingo, 26 de maio de 2019

Namorada de Lula é filiada ao PT e recebe R$ 17 mil por mês

Reprodução
 Foto: reprodução
Rosângela da Silva tem 52 anos, mora em Curitiba e é filiada ao PT desde os anos 80. Com salário alto e sem respeitar rigorosamente o horário de expediente, Rosângela se tornou a mulher que conquistou o coração do ex-presidente Lula, com quem esteve lado a lado durante anos na política. 
A socióloga foi contratada pela equipe do ex-presidente - sem processo seletivo - para trabalhar no escritório da Itaipu Binacional, em Curitiba, na época em que o petista foi eleito. A diretora financeira da estatal na ocasião era a atual presidente do PT, Gleisi Hoffmann.
Apesar de manterem uma relação de mais de duas décadas de convívio, Rosangêla e Lula sempre foram discretos, tendo sido vistos juntos por pouquíssimas vezes.
Em novembro de 2009, durante o segundo mandato de Lula, Janja foi a Brasília para participar de um seminário sobre questões de gênero. Nessa viagem, a então coordenadora de programas sociais da empresa, entregou um presente a Lula, que adorou.
Após Lula deixar o Planalto, Janja mudou de emprego, sendo cedida, em 2012, à Eletrobras, no Rio de Janeiro, onde exerceu a função de assessora de comunicação e relações institucionais. Ela voltou para a Itaipu, em Curitiba, em fevereiro de 2017— um ano e dois meses antes de Lula ser preso.
Janja continua na empresa até hoje, onde ganha um salário de R$ 17.537 reais, e cumpre expediente das 8 às 17h30. Uma das visitas ao ex-presidente e atual namorado, entretanto, aconteceu às 15h20 do dia 9 de maio, uma quinta-feira.
Rosângela visitou Lula na cadeia pela primeira vez em junho de 2018, quando comemoraram o Dia dos Namorados juntos. Desde então, ela já foi até a sede da Polícia Federal outras seis vezes.
com informações de revista VEJA.