segunda-feira, 10 de junho de 2019

Agentes comunitários de Parnamirim participam de ciclo de capacitação contra a Sífilis

O Projeto de Resposta Rápida à Sífilis, do Ministério da Saúde em parceria com a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e Fundação Norte-Rio-Grandense de Pesquisa e Cultura (FUNPEC), teve início  hoje, 10, no município de Parnamirim com o ciclo de capacitação oferecido a 120 agentes comunitários.

A iniciativa faz parte de uma articulação do Comitê de Transmissão Vertical, constituído por profissionais de atenção à saúde, assistência social e educação, que busca analisar investigações e identificar fragilidades no cuidado à saúde das gestantes em relação à sífilis congênita.

O ciclo de capacitação no combate à Sífilis oferecido aos agentes comunitários, teve a finalidade de proporcionar um maior conhecimento sobre a IST e as ações de enfrentamento previstas para o município de Parnamirim. Os agentes foram subdivididos em 4 turmas e houve a participação dos colaboradores Glauber Lucena,  coordenador da Vigilância Epidemiológica e da apoiadora do projeto, Chyrly Moura, que destacou o papel do agente comunitário, expondo estratégias para o enfrentamento à Sífilis.

Durante a abordagem, foram explanados os sinais e sintomas da IST, os métodos de diagnóstico e a busca ativa por gestantes, orientando sobre a importância do pré-natal e o tratamento contra a Sífilis, além da promoção de atividades educativas dentro das unidades de saúde e na comunidade.