terça-feira, 30 de julho de 2019

Caso Mauro Naves ainda repercute nos bastidores da Globo

Foto: Reprodução/Sportv
A Rede Globo quer saber quais funcionários da casa possuem sociedade em algum estabelecimento comercial, seja individualmente, com parentes ou amigos. A informação foi divulgada por Ricardo Feltrin, do portal ''UOL'', e de acordo com ele, esse foi um dos motivos alegados pela emissora para a saída de Mauro Naves no início do mês. 


O jornalista, com mais de 30 anos de Grupo Globo, era sócio de José Edgard Bueno Filho, o primeiro advogado de Nájila Trindade, modelo que acusou Neymar de estupro. Durante o caso, Mauro Naves passou o número do telefone do pai do jogador para o sócio.

Segundo Feltrin, o Grupo Globo não pretende demitir os funcionários que possuírem tais negócios. O objetivo é garantir que os profissionais não usarão a emissora para promover as próprias empresas.