terça-feira, 20 de agosto de 2019

Prefeitura e Câmara realizam programação para o Agosto Lilás

| |
A Prefeitura de Parnamirim em parceria com a Câmara Municipal, promoveu hoje (20) uma programação especial voltada para o Agosto Lilás, mês que representa o combate à violência contra a mulher. 
A programação teve início na Câmara Municipal e contou com uma apresentação cultural de leitura de cordel e exposição fotográfica fixa, intitulada “Ele não te ama”, da fotógrafa Kalina Veloso e, dando seguimento ao evento, houve a abertura do seminário “Vire a página: seja autora de uma nova história” e o início da mesa redonda, coordenada pela vereadora Vandilma Maria, que abordou temáticas sobre racismo e violência contra a mulher, o fortalecimento da rede de proteção à mulher em Parnamirim, além do projeto intersetorial “Por Elas & Para Elas”, ministrada por representantes da saúde, educação e assistência social.  
Ainda durante o evento, as vereadoras Ana Michele, Raimunda Nilda e Kátia Pires, coordenaram as mesas redondas com as temáticas “Violência Contra as Mulheres e o Impacto do Racismo na Saúde: Desafios na Rede de Enfrentamento”, “Humanização, Dignidade e Acesso aos Serviços de Saúde às Mulheres Vítimas da Violência” e “O Empreendedorismo e o Empoderamento Feminino: expectativas e desafios”.  
A vereadora Ana Michele chama atenção para a iniciativa no município. “É uma reflexão profunda de 13 anos da Lei Maria da Penha, uma lei que trouxe avanços significativos em relação a garantia dos direitos das mulheres, principalmente vítimas de violência em suas diversas tipologias. Parnamirim é destaque para o Estado, pois houve uma iniciativa do Poder Executivo Municipal através do Gabinete Civil, e quem coordena conjuntamente com a primeira-dama é a secretária adjunta do gabinete, a professora Ana Lúcia, o Conselho de Direitos da Mulher ressaltando a questão do controle social e participação direta da sociedade e o Poder Legislativo através da Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos das Mulheres com a participação das vereadoras. Historicamente somos um terço na Câmara”, disse. 
Segundo a vereadora o Brasil é o quinto país com mais vítimas de feminicídio do mundo, enquanto o Rio Grande do Norte e o Pará lideram o ranking nacional. “Somos maioria na sociedade e infelizmente nós temos os nossos direitos violados e mesmo com melhores capacitações e formação no mercado de trabalho temos remuneração inferior aos homens, então além disso ainda temos o contexto da violência doméstica, isso é muito grave, nós temos que nos movimentar. Temos que ter essa pauta permanentemente, seja fortalecendo a DEAM, estruturando, discutindo um novo CREAS, o acolhimento da mulher e fortalecendo a rede. Acreditamos que Parnamirim irá avançar nessa parceria executiva, legislativa e judiciária, para valorização e continuidade dos serviços públicos”, completou. 
A programação se estende ainda durante à tarde, até às 17h, com os serviços de atendimentos jurídicos, sociais, psicológicos e de saúde. 
Texto: Cinthia Oliveira