quarta-feira, 16 de outubro de 2019

Prefeitura divulga habilitados para Feira de Gastronomia e Arte de Mirassol

 
A Prefeitura de Natal publicou, no Diário Oficial do Município desta quarta-feira (16/10), o resultado preliminar da seleção técnica para habilitação de grupos produtivos na área de gastronomia para a comercialização de gêneros gastronômicos, na programação da Feira de Gastronomia e Arte de Mirassol. O evento será realizado no Espaço Cultural Marilene Dantas, no entorno da praça da Árvore, no bairro de Mirassol, durante o período do Natal em Natal deste ano.


Foram apresentadas no total 29 propostas, sendo 14 na categoria “A” (empreendedor Gastronômico) e 15 pela categoria “B” (food truck). Não foi apresentada proposta pela categoria “C” (Agente Gastronômico Potiguar). As propostas habilitadas foram classificadas de acordo com o somatório da pontuação dos critérios de classificação elaborados pela Comissão de Seleção Técnica, instituída através de portaria da Secretaria de Turismo de Natal.


As empresas não habilitadas podem recorrer da decisão da Comissão, desde que, devidamente fundamentado e documentado, no prazo de dois dias úteis, a contar da data de publicação do resultado preliminar. Os recursos devem ser interpostos no setor de protocolo da Setur, no endereço na Rua Jundiaí, nº 644, Tirol, Natal/RN – CEP 59.020-120 – Tel: (84) 3232-9065/9061, das 8 às 14h.


A lista final com os aprovados será divulgada no dia 25 de outubro. Em princípio, foram abertas 32 vagas distribuídas da seguinte forma: 18 para empreendedores gastronômicos, 10 para Food Trucks e 4 para agentes gastronômicos tradicionais potiguares. A Setur explica que empreendedores gastronômicos são aqueles que comercializam produtos alimentícios em estrutura fixa de tendas padronizadas e adequadas para preparo e comercialização de gêneros gastronômicos.


Food Trucks são descritos como equipamentos móveis que transportam e vendem comida, que funcionem preferencialmente dentro de um veículo tipo furgão, van, caminhão, ou similar, motorizado ou não. Já́ “Agente Gastronômico Potiguar", entende-se como empreendedores culturais que utilizam na elaboração de pratos, matéria prima e práticas que sejam reconhecidas pela população como sendo da gastronomia tradicional potiguar.


Todos os pratos oferecidos no evento terão o valor máximo de R$ 20,00 (vinte reais). Cada prato terá́ um tamanho único e exclusivo, sendo vedada a comercialização de porções pequenas, médias e grandes de um mesmo item. O proponente selecionado deverá comercializar no máximo três tipos de pratos.

Os interessados na listagem com habilitados e inabilitados podem conferir os nomes no DOM DESTA QUARTA