sábado, 14 de dezembro de 2019

Bolsonaro compra picolé na Praça dos Três Poderes e nega planos de troca ministerial

O presidente Jair Bolsonaro disse neste sábado que "não está prevista" nenhuma troca na sua equipe de ministros e elogiou o titular da Educação, Abraham Weintraub, a quem chamou de "excelente". Ele conversou com jornalistas depois de descer de carro na Esplanada dos Ministérios, comprar um picolé e cumprimentar policiais militares e apoiadores.


— Toda semana vocês (imprensa) trocam um ministro meu — declarou, ao ser questionado sobre a possibilidade de substituição. — Não tá previsto. Por enquanto não tem nada que me leve a trocar um ministro que seja —complementou. Novamente questionado se a troca ministerial não poderia ocorrer nem no início de 2020, Bolsonaro devolveu com uma pergunta.

— Você quer que eu troque ministro? Você é candidato? Quer ser candidato, se apresenta aí — disse, oferecendo em seguida um ministério ao repórter, em tom de brincadeira. — Pega logo o da Economia, pô — complementou, quando o jornalista disse que comandaria o de Relações Exteriores.

Em seguida, Bolsonaro foi para o Hospital das Forças Armadas visitar um funcionário da Presidência, que atua como administrador do Palácio da Alvorada, internado depois de ser atropelado. O presidente passou menos de dez minutos no local. Ele contou que o funcionário foi atingido "no meio" por um ônibus, quando andava de bicicleta e quebrou duas costelas. E, "pelo tamanho da pancada", deu sorte e está bem.
com informaçõees de yahoonotícias