sábado, 7 de dezembro de 2019

Inspeção na APA Dunas do Rosado avalia orlas de Areia Branca e Ponta do Mel

| |
O Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do Rio Grande do Norte (Idema), representado pelos técnicos da Subcoordenadoria do Gerenciamento Costeiro, Núcleo de Gestão de Unidades de Conservação, Fiscalização e Assessorias Jurídica e Técnicas, acompanhou na última quarta-feira (04), a visita do juiz titular da 10° Vara Federal, Lauro Henrique Lobo, à Área de Proteção Ambiental Dunas do Rosado (APADR), que fica localizada nos municípios de Porto do Mangue e Areia Branca. 

Além do juiz, também estiveram presentes o procurador da República Emanoel Melo Ferreira e fiscais da Superintendência do Patrimônio da União (SPU), a prefeita de Areia Branca, Iraneide Rebouças,  o prefeito de Porto de Mangue, Hipoliton Sael Melo, assessores e pessoas das comunidades. 

A visita do magistrado foi motivada pela vistoria da ocupação dos barraqueiros no litoral da cidade de Areia Branca. Em maio, a SPU embargou as atividades dos comerciantes nas orlas de Ponta do Mel e São Cristóvão.

De acordo com a subcoordenadora do Gerenciamento Costeiro,  Rosa Pinheiro, a visita foi bastante proveitosa para o andamento do processo. “A inspeção judicial é a oportunidade na qual o juiz tem contato direto com a população envolvida, dando melhores condições para solucionar o caso”, afirmou.

Após a visita, o juiz federal informou que irá marcar uma nova audiência com as partes envolvidas, provavelmente para o final do mês de janeiro. 
A procuradora municipal, Milena Araújo e a gerente de Gestão Ambiental, Gabriela Cynara, acompanharam toda a ação, onde informaram ao juiz sobre o projeto de urbanização que será desenvolvido pela prefeitura em Ponta do Mel, que foi apresentada durante a última audiência sobre o assunto. 

Com informações da Prefeitura de Areia Branca.