domingo, 29 de dezembro de 2019

Primeira-dama Michelle não acompanhará Bolsonaro em viagem de Ano-Novo

***ARQUIVO***BRASÍLIA, DF, 02.12.2019: A primeira-dama, Michelle Bolsonaro, participa de solenidade em comemoração ao Dia Internacional do Voluntariado, em no Palácio do Planalto, em Brasília (DF). (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)
 A primeira-dama Michelle Bolsonaro não acompanhou o presidente Jair Bolsonaro em viagem à Bahia, nesta sexta-feira (27), porque passará por uma cirurgia nos próximos dias. Na porta do Palácio da Alvorada, onde cumprimentou um grupo de eleitores antes do embarque, o presidente não deu detalhes sobre o procedimento cirúrgico. Segundo ele, "é coisa besteira".

Na entrada da residência oficial, a primeira-dama também foi questionada sobre o assunto e disse apenas que "não é nada grave". Ela deve passar a virada do ano com familiares em Brasília O Palácio do Planalto também se negou a informar o motivo da cirurgia. Segundo um auxiliar presidencial, trata-se de um "simples procedimento estético" e de "rápida recuperação".

O presidente passará o recesso de fim de ano na base naval de Aratu, a 42 km do centro de Salvador. Ele pretende ficar no balneário militar até o dia 5 de janeiro. Com ele, vai a sua filha caçula, Laura, e poucos parentes.

"Ela [Michelle] vai fazer uma cirurgia por esses dias aí", disse Bolsonaro, ao comentar a ausência da mulher. "Outra coisa, eu vou para pescar também. Geralmente, ela não gostar de pescar. Então, para ir e ficar chateada, deixa ela aqui. Aqui tem o pessoal da Ceilândia, que tá sempre com ela", completou o presidente, referindo-se à cidade satélite do Distrito Federal onde a primeira-dama nasceu.
com informações de yahoonotícias