sábado, 11 de janeiro de 2020

Polícia Civil deflagra 8ª fase da Operação "Espectros" e prende três pessoas

Foto: PC/ASSECOM

Policiais civis da Delegacia Municipal de Macaíba deflagraram a 8ª fase da Operação “Espectros”. Durante a ação, foram cumpridos mandados de prisão e um mandado de busca e apreensão por ato infracional. O nome da operação, “Espectros”, faz alusão ao modo de vida adotado pelos suspeitos, que possuíam mandados de prisão em aberto e agiam como “fantasmas” na sociedade. O objetivo era não chamar a atenção da polícia, diante da existência das ordens de prisão em desfavor deles. 


Em desfavor de Maria das Graças Bernardo da Silva Lima, 48 anos, foram cumpridos dois mandados de prisão, decorrentes de sentenças condenatórias, pela prática do crime de tráfico de drogas. Ela foi presa nesta quinta-feira (9), no bairro Alta da Raiz, no município de Macaíba. O crime aconteceu em 2006, quando Maria das Graças foi flagrada tentando entrar com drogas no Presídio de Parnamirim, sendo processada e condenada a uma pena de seis anos e cinco meses de reclusão. 


Em desfavor de Maria Aparecida Dias Pereira, 43 anos, foi cumprido um mandado de prisão, decorrente de sentença condenatória, pela prática do crime de tráfico de drogas. Ela foi presa, também nesta quinta-feira (9), na comunidade Paço da Pátria, na Zona Leste de Natal. O crime foi cometido no ano de 2012, quando Maria Aparecida foi flagrada transportando, em um veículo, 30kg de maconha, sendo presa, processada e condenada a uma pena de seis anos e três meses de prisão. 


Edilson de Lima da Silva, 54 anos, foi preso em cumprimento a dois mandados de prisão, um decorrente de sentença condenatória, pela prática do crime de roubo e outro, decorrente de sentença preventiva, pela suspeita da prática do crime de furto qualificado. Ele foi preso, nesta quinta-feira (9), na Zona Rural da cidade de Poço Branco. O crime aconteceu ano de 2008, quando ele foi flagrado, na companhia do seu irmão, com animais subtraídos de uma fazenda, sendo autuados em flagrante pelo crime de furto qualificado.