sábado, 7 de março de 2020

Detran/RN realiza exames práticos de direção no interior do Estado

| |
Resultado de imagem para Detran/RN realiza exames práticos de direção no interior do Estado
O Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran) deu início ao Calendário de exames práticos de direção veicular do mês de março, que se segue pelas cidades do interior do Rio Grande do Norte. Nessa semana, Assu, Angicos, Alto do Rodrigues, Macau e Guamaré já receberam a equipe de examinadores do Detran; segunda-feira (09) será a vez dos candidatos à Carteira Nacional de Habilitação (CNH) de Nova Cruz passarem pelos testes. No total, 24 municípios do RN serão contemplados.


O cronograma de exame de direção veicular programou avaliações para Nova Cruz (dia 09.03); Passa e Fica (dia 10.03); Goianinha (dia 11.03); São Paulo do Potengi (dia 12.02); Santa Cruz (dia 13.03); São Miguel (dia 16.03); Pau dos Ferros (dia 17.03); Alexandria (dia 18.03); Apodi (dia 19.03); Umarizal (dia 20.03); Parelhas (dia 23.03); Acari (dia 23.03); Caicó – EDUTRAN (dia 24.03); Caicó – CFC Caicó (dia 25.03) ; Jardim do Seridó (dia 26.03); Currais Novos (dia 27.03); Patu (dia 30.03); Caraúbas (dia 31.03); Jucurutu (dia 01.04); Lagoa Nova (dia 02.04) e Jaçanã (dia 03.04).


De acordo com os dados do setor de Estatística do Detran, em janeiro deste ano, foram expedidas 19.797 CNHs, sendo desse total, 1.851 com registro de primeira habilitação. Durante ano de 2019, foram realizados em todo o Estado 59.950 testes práticos de direção veicular, quase 5.000 avaliações mensais. A frota veicular atual do RN é de 1.351.756 veículos.


O teste do conhecimento prático de volante é feito para os candidatos que já foram considerados aptos nos exames médico e psicológico, e que também já concluíram a carga horária de aulas prática e teórica ministradas pelo centro de formação de condutor de sua escolha. Para que o candidato seja aprovado no teste é necessário que ele não cometa nenhuma falta eliminatória e que a soma dos pontos negativos seja menor do que três. No caso de reprovação o candidato só poderá repetir o exame decorrido 15 dias da divulgação do resultado.