sexta-feira, 17 de abril de 2020

CAIXA LANÇA OUTRO APLICATIVO PARA PAGAR O AUXÍLIO EMERGENCIAL; VEJA COMO USAR

| |

A Caixa Econômica Federal criou um novo aplicativo para efetuar o pagamento do auxílio emergencial de ao menos R$ 600 a trabalhadores informais e pessoas de baixa renda. A ferramenta chama-se Caixa TEM e é destinada aos cerca de 30 milhões de brasileiros que não tinham conta em nenhuma instituição bancária e optaram por receber o benefício por meio da Poupança Social Digital Caixa.

As pessoas que tiverem o auxílio creditado na conta poupança poderão movimentar o dinheiro por meio do aplicativo. Elas poderão fazer transferências entre contas da Caixa de modo ilimitado e terão três transferências gratuitas para outros bancos a cada mês, pelos próximos 90 dias. O Caixa TEM também vai oferecer a possibilidade de pagamento de boletos e contas de água, luz, telefone etc.

A ferramenta já está disponível para download, tanto para o sistema operacional Android quanto para o iOS. O aplicativo foi pensado como uma maneira de evitar aglomerações em agências da Caixa ou em casas lotéricas de pessoas que queiram sacar o dinheiro do auxílio. Veja como baixar e utilizar o Caixa TEM.

DOIS APLICATIVOS


O Caixa TEM, será exclusivo para o repasse dos recursos do benefício. Para quem ainda não fez o cadastro para solicitar o recebimento do auxílio, é necessário fazer a solicitação por meio de outro aplicativo ou site o Caixa Auxílio Emergencial.


Qual é a razão de dois aplicativos? Um será de cadastramento, em que as pessoas colocam os seus dados, e a Caixa envia esses dados para o Ministério da Cidadania e para a Dataprev, para que eles façam a verificação, e depois nós recebemos o retorno. E quando recebemos, o pagamento não é feito pelo aplicativo de cadastramento, mas por esse segundo: o Caixa TEM.

Neste aplicativo, as pessoas podem realizar transferências e podem realizar pagamentos de contas. Inclusive, temos parceria com 700 empresas das mais variadas, de farmácias, padarias, para que as pessoas possam realizar algum tipo de consumo.