quarta-feira, 3 de junho de 2020

Casal de youtubers devolve filho adotivo ao descobrir que ele tem autismo

| |
Foto: Instagram/ Myka Stauffer
Dentre tudo o que tem acontecido no mundo, uma influenciadora norte-americana ganhou as manchetes no mundo ao anunciar que tinha recolocado o seu filho adotado em outra casa. 
Myka Stauffer e o marido, James, adotaram Huxley, agora com quatro anos e meio, na China em outubro de 2017. O menino foi diagnosticado com autismo e, desde então, a família tem lidado com as críticas do público ao anunciar, com um vídeo no YouTube, "que se desfez do pequeno". 
No vídeo em inglês, que você pode ver abaixo, Myka e James explicam que, durante o processo de adoção internacional, muitas vezes os pais adotivos não conseguem as informações completas sobre a saúde da criança. O que significa que, para eles, a descoberta do autismo de Huxley foi gradual. 
Bastante emocionados, os dois comentam sobre como "99% das dificuldades" não foram divulgadas nas suas redes e que os motivos que levaram a recolocação de Huxley não seriam comentados para preservar a privacidade do pequeno. 
"Nós sentimos que essa foi a melhor decisão para o Huxley", disseram os advogados do casal, Thomas Taneff e Taylor Sayers à revista ‘People'. "Desde a adoção, eles se consultaram com inúmeros profissionais das áreas médicas e educacionais para garantir os melhores cuidados para o Huxley. Com o tempo, os profissionais médicos aconselharam o casal de que seria melhor o Huxley ser colocado aos cuidados de outra família". 
Segundo o comunicado, essa notícia seria devastadora para qualquer pai, mas o casal chegou a difícil conclusão de que deveriam seguir as orientações. É aí que entra a polêmica, já que rumores diziam que Myka e James colocaram a criança no sistema de adoção, o que, de fato, não aconteceu. 
"Para ser claro, isso não incluiu nenhuma ideia de colocar a criança no sistema de adoção, mas selecionar à mão uma família que está equipada para atender as necessidades do Huxley. Eles foram forçados a tomar uma decisão difícil, mas essa é a coisa certa e mais amorosa a se fazer por esta criança". 


com informações de yahoonotícias