terça-feira, 30 de junho de 2020

Governo assina ordem de serviço para construção da Estrada da Produção

| |

Foto: ASSECOM-RN
A governadora Fátima Bezerra assinou a ordem de serviço para a construção da Estrada da Produção no município de São Gonçalo do Amarante. O ato virtual ocorreu na manhã desta terça-feira (30) com a presença do vice-governador Antenor Roberto e o prefeito Paulo Emídio de Medeiros (Paulinho). A nova via facilitará o acesso da população a serviços sociais fundamentais, como educação e saúde, além do seu importante papel de escoar a produção agrícola, transporte de mercadorias e dinamização do turismo na região.

A obra receberá o investimento de R$ 16,8 milhões, recursos do projeto Governo Cidadão e do Departamento de Estradas de Rodagem (DER-RN), por meio de empréstimo do Banco Mundial. A empresa responsável pelo serviço é a Construtora Luiz Costa Ltda (CLC) e caberá ao DER e à Secretaria de Estado da Infraestrutura (SIN) fiscalizar a obra que passará a compor o sistema viário do Estado.

Na ocasião, governadora frisou a importância da obra que se consolida em um momento atípico e desafiador para o Rio Grande do Norte. “Mais um sonho que se torna realidade. Com muito esforço estamos dando mais esse passo em benefício ao nosso estado, para a economia e o povo potiguar. Hoje assinamos uma ordem de serviço emblemática para São Gonçalo, uma estrada que vai cruzar três BRs. É uma alegria imensa para mim e para o nosso Governo realizar esse marco social e econômico para toda a região metropolitana. Temos que, sobretudo, destacar que essa estrada é sinônimo de desenvolvimento”, enfatizou a governadora.

ESTRADA DA PRODUÇÃO
Com uma extensão de 12,9 km, ela será dividida em dois subtrechos: o primeiro com 7,9 km, ligando São Gonçalo do Amarante ao distrito de Serrinha (entroncamento do acesso sul ao Aeroporto e ao entroncamento da RN 312); e o segundo é um ramal que vai até o distrito de Boa Vista, com 5 km de extensão. 

O pavimento da via será constituído de duas faixas de rolamento de 3,50 metros e acostamentos de 2,50 metros de cada lado, totalizando 12 metros de largura. Para o secretário de Infraestrutura, Gustavo Coelho, “a obra é um grande empreendimento que dará segurança e qualidade logística para quem trafega pela via”.

A estrada da Produção em São Gonçalo do Amarante também será um importante equipamento de conexão entre a Região Metropolitana de Natal e o interior do RN. O fato de a rodovia circundar o Aeroporto Internacional de Natal e cruzar diversas áreas residenciais e rurais confere relevância socioeconômica ao projeto, atendendo ao avanço do crescimento da produção local ao mesmo tempo em que valoriza as propriedades localizadas na sua área de influência.