quinta-feira, 13 de agosto de 2020

Bolsonaro diz que é 'prova viva' e que cloroquina poderia ter salvo 100 mil vidas

| |

 

Discurso ocorreu durante visita ao estado do Pará, na tarde desta quinta-feira (13). (Foto: EVARISTO SA/AFP via Getty Images)


Em discurso feito durante visita ao Pará, na tarde desta quinta-feira (13), o presidente disse ser “a prova viva” de que a medicação funciona e ressaltou que as mais de 100 mil mortes ocorridas durante a pandemia no Brasil “poderiam ter sido evitadas” se o uso precoce da cloroquina fosse feito.


“Eu sou a prova viva de que deu certo. Muitos médicos defendem esse tratamento e sabemos que mais de 100 mil pessoas morreram no Brasil que, caso tivesse sido tratado lá atrás, com esse medicamento poderiam essas vidas (sic) ter sido evitadas. E mais ainda, aqueles que criticaram a hidroxicloroquina não apresentaram alternativa”.

Sem comprovação cientifica de eficácia para o novo coronavírus, a cloroquina é defendida por Bolsonaro. Ao anunciar que estava infectado pela Covid-19, no início de julho, Bolsonaro disse ter tomado o medicamento e chegou a fazer dizendo “eu confio, e você?”. No entanto, em outra live, disse “não recomendar” a realização do tratamento sem supervisão médica.

com informações de yahoonotícias