domingo, 9 de agosto de 2020

Cantora Simone conta que foi presa nos EUA por confusão com passaporte: "Desespero"

| |

 

Foto: reprodução/YouTube

Uma confusão envolvendo seu passaporte causou a prisão de Simone nos Estados Unidos. Barrada pelo departamento de imigração, que suspeitava que o documento não era legítimo, a cantora chegou a ser algemada e passou por momentos de desespero e constrangimento.

A revelação foi feita no canal da artista no Youtube, em vídeo publicado na noite da última sexta-feira (7). Participando da brincadeira “Eu nunca”, ao lado do marido, ela deu detalhes do episódio, que ocorreu na época em que ela e a irmã, Simaria, eram backing vocals na banda de Frank Aguiar e foram ao país para um show.

“Maravilha, turnê nos Estados Unidos, beleza. Chegando lá, não tem a entrevista que você faz com a polícia? Pois bem, aí desconfiaram que meu passaporte era roubado. Me mandaram para uma sala e começaram a me investigar”, lembrou.

Imediatamente, ela foi separada da equipe. “Já colocaram algemas nas minhas mãos e na minha cintura. Problema de lá é que eles fazem uma pressão psicológica para você assumir algo que você não fez. Eles falavam: ‘Se você assumir que fez isso, você volta para o Brasil. Se não, nunca mais vai ver seus pais’”, relatou.

Foi um momento difícil, segundo a cantora. “Era muito jovem, então você imagina o desespero, o choro. Agora lascou, o que vou fazer da minha vida? Me levaram para fazer uma raspagem dos dentes para saber minha idade, fiquei presa com os muçulmanos durante, pelo menos, umas 12 horas. A polícia tinha que ir até o banheiro comigo, a policial feminina. Enfim, foi uma situação muito complicada, o dia que mais chorei na minha vida”, desabafou.

A sertaneja foi liberada, no entanto, após os agentes confirmarem a autenticidade do passaporte. “Eu falei: ‘Não vou mais ficar aqui nesse lugar, eu quero ir embora’. Pedi pelo amor de Deus para o rapaz que trabalhava, foi muito torturante o que eu vivi ali. Fui embora e, depois de um tempo, ele falou que tínhamos que voltar para os Estados Unidos para fazer esse show”, explicou ela.

com informações de yahoonotícias