quarta-feira, 28 de outubro de 2020

Doria quer distribuir vacina contra coronavírus para outros estados do Brasil

| |

 


CoronaVac está sendo desenvolvida pelo laboratório chinês SinoVac em parceria com o Instituto Butantan (Foto: Aloisio Mauricio/Fotoarena/Sipa USA via AP Images)

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou nesta quarta-feira, 28, que, caso a vacina contra o coronavírus seja aprovada pela Anvisa, o estado pode disponibilizar doses da imunização para outros estados.

A atitude seria tomada caso o Ministério da Saúde não distribuísse a CoronaVac por meio do Programa Nacional de Imunizações. Na última semana, o ministro da pasta, Eduardo Pazuello, chegou a dizer que compraria doses da vacina, mas foi desautorizado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

“Disponibilizaremos para os estados que precisarem”, disse Doria na coletiva de imprensa desta quarta-feira, no Palácio dos Bandeirantes. O estado planeja já ter 46 milhões de doses da vacina até dezembro.

"O ideal é fazer rito dos últimos 50 anos, com aquisição e distribuição pelo Ministério da Saúde. Mas se houver negativa por razão política ou ideológica, São Paulo comprará e disponibilizará a vacina para todos governos estaduais", explicou Doria.

A CoronaVac está tendo testada e desenvolvida em São Paulo pelo Instituto Butantan, em parceria com o laboratório chinês SinoVac. A imunização está na terceira e última fase de testes.

com informações de yahoonotícias