segunda-feira, 14 de junho de 2021

Defesa Civil Municipal monitora trecho do calçadão de Ponta Negra atingido por erosão

| |


 Agentes da Defesa Civil Municipal realizaram nesse domingo (13), uma nova avaliação do trecho do calçadão da orla de Ponta Negra que foi atingido por ressaca do mar. A vistoria avaliou visualmente as partes superior e inferior do local compreendendo a área pavimentada de passagem de pedestre e a parte de areia que fica no acesso à praia.

Nos dois casos foi possível perceber que não houve ampliação do desgaste. Nessa situação, foram reforçadas a estrutura indicativa de interdição do trecho para evitar trânsito de pessoas, sendo a área comprometida toda cercada com redes de isolamento, já que foi averiguada destruição parcial do calçadão e comprometimento de estrutura.

Os agentes mantiveram uma faixa estreita do calçadão para circulação de pedestres, como tinha sido avaliado no primeiro momento. O trecho fica junto à parte afetada pela ressaca, porém, na avaliação dos técnicos, a passagem não se encontra comprometida nem oferece perigo aos frequentadores da praia.

Um ponto importante solicitado pela Defesa Civil é que toda a área isolada seja respeitada pela população, já que o acesso ao local comprometido é inseguro, podendo gerar prejuízo à integridade física dos violadores. Outra medida importante é manter a sinalização de advertência intacta, evitando depredação ou vandalismo que venha retirar o isolamento.

Até ser concluída a obra de restauração do trecho avariado do calçadão, os agentes da Defesa Civil Municipal vão continuar com o monitoramento preventivo. Qualquer alteração identificada nas vistorias são imediatamente informadas à Secretaria Municipal de Obras Públicas e Infraestrutura (Semov).

Para solicitar a intervenção da Defesa Civil Municipal o cidadão pode ligar para o número 190, no Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp), onde há agentes para direcionar a ocorrência para as equipes de plantão. A Defesa Civil Municipal atua com foco em ações preventivas, de socorro e de assistência em casos de desastres naturais com intuito de evitar ou minimizar danos à população.