terça-feira, 29 de junho de 2021

Governos aproveitam dose única da Janssen para contemplar e vacinar caminhoneiros e moradores de rua

| |

Com a vantagem da aplicação em dose única, a vacina da Janssen passou a ocupar papel estratégico na vacinação de alguns municípios. Em busca de imunizar grupos que correm o risco de não retornar para a segunda aplicação ou que precisam de mais rapidez no processo, Estados como Minas, Paraná e Rio Grande do Norte e cidades como São Paulo e Araguaína (Tocantins) destinam todas ou uma parte das doses para moradores de rua e caminhoneiros. Especialistas elogiam priorização de grupos com a vacina de dose única.

O governo do Rio Grande do Norte determinou que, por apresentarem dificuldades de retorno para a segunda dose, moradores de rua e caminhoneiros devem ser considerados prioritários para a aplicação do imunizante.

Médica e diretora da Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm), Mônica Levi encara como positiva a priorização de pessoas em situação de rua e caminhoneiros. “O objetivo é ter menos gente sem a segunda dose. Já temos 3,8 milhões de pessoas que só têm a primeira, sem a segunda. Esse é um grande prejuízo, pessoas que não estão protegidas”, afirma.


Com informações de: 98fmnatal