terça-feira, 20 de julho de 2021

Parnamirim terá o segundo maior hospital do RN, o Deoclécio Marques passará por reforma

| |

O Hospital Deoclécio Marques de Lucena, em Parnamirim/RN, terá incremento de 69 novos leitos. A ordem de serviço para reforma e ampliação foi assinada nesta terça-feira (20), pela governadora Fátima Bezerra. Com a ampliação, o Deoclécio Marques de Lucena, unidade hospitalar referência em cirurgia e traumatologia, passará dos atuais 80 para 149 leitos, e será o segundo do Estado, o maior é o Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel, em Natal.

"Esta obra se arrastava há nove anos e o Estado correu o risco de perder os recursos federais para executá-la. Mas, com muito trabalho e empenho do nosso governo e da equipe da Secretaria de Saúde junto à Caixa Econômica Federal (CEF), Ministério Público do RN e Controladoria Geral da União (CGU), conseguimos resolver as pendências e salvar o contrato que agora estamos dando a ordem de serviço para iniciar", afirmou Fátima Bezerra.

A governadora ressaltou: "atendimento de saúde pública digno e de qualidade é direito da população. E o hospital Deoclécio Marques atende não só Parnamirim, mas todo o Estado. Principalmente quem não tem plano de saúde. Nossa gestão tem compromisso com a cidadania, com a dignidade da população e assistência de saúde de qualidade".

“O [Hospital] Deoclécio Marques de Lucena atende os 167 municípios do estado, é porta referenciada para vítimas de acidentes, trazidos pelo SAMU - Serviço de Atendimento Móvel de Urgência e encaminhados pelas UPAs. O aumento dos leitos vai ampliar a capacidade de atendimento geral e das cirurgias, com mais uma sala no centro cirúrgico, aumentar a capacidade da Central de Esterilização, melhorar a ambiência nos corredores contribuindo para a qualidade na assistência e valorização do profissional de saúde”, pontuou o secretário de estado da Saúde Pública (Sesap), Cipriano Maia.

Wedna Mendonça, diretora administrativa do Hospital Deoclécio Marques de Lucena, afirmou que as obras eram "muito esperadas e necessárias. Agora vai se realizar. Agradecemos o empenho do Governo do Estado e da Sesap".

As obras devem iniciar na próxima segunda-feira (27) e têm prazo para conclusão de dez meses. O secretário de Estado da Infraestrutura (SIN), Gustavo Coelho, informou que serão investidos R$ 2,36 milhões.

O HOSPITAL HOJE

* Referências no RN na área de ortopedia e traumatologia, além de cirurgias gerais;
* Média de atendimentos semanal de 290 pacientes;
* 950 profissionais trabalham na unidade;
* Dispõe de 46 leitos de ortopedia/traumatologia, 18 de cirurgia geral, 12 leitos de clínica geral, 10 leitos de UTI Adulto.

Com informações de: portaldatropical