terça-feira, 17 de agosto de 2021

Galeria Sesc recebe primeira exposição com visitação presencial

| |

A Galeria de Exposições do Sesc RN apresentará, a partir da terça-feira, 17, a colagem digital “Igbá Ayó Ò?Dàrà: O Universo Mítico dos Orixás” da artista potiguar Adaayo-Gaby Varela. O trabalho foi selecionado no edital 2021 da entidade do Sistema Fecomércio e será o primeiro com visita presencial desde o início da pandemia.

Com acesso gratuito, o espaço funciona na unidade do Sesc Cidade Alta, das 9h às 19h, e seguirá um formato híbrido, mantendo a visita on-line em paralelo no site (sescrn.com.br). A mediação do técnico continua nos dois modelos, com agendamento por email: galeria@rn.sesc.com.br.

A exposição é focada na experiência de vida da artista – mulher, negra e iniciada no candomblé – abordando temas como intolerância religiosa, preconceito e racismo. O trabalho é retratado em 16 obras de artes feitas com a técnica da colagem digital e inspirada nos principais orixás cultuados pela religião de matriz africana.

A diretora regional do Sesc RN, Sâmela Gomes, destaca o esforço em ter o espaço aberto e permitindo as visitas adotando os cuidados de biossegurança. “A Galeria do Sesc é um espaço democrático e diverso. As visitas virtuais foram uma maneira de nos reinventarmos, mas chegou o momento de reabrir nossas portas ao público, com responsabilidade e segurança”, explica.

Para Gabriely, expor na Galeria do Sesc é uma maneira de divulgar seu trabalho como artista e também deixar uma mensagem de combate ao racismo e desmistificar o candomblé. “A sociedade historicamente foi formada em conceitos errados sobre a religião e em um racismo estrutural social. É uma oportunidade de apresentar e convidar para o debate, e dizer que somos uma religião com valores, como o culto a natureza”, diz.

Além da colagem, a exposição conta ainda com poesias autorais de Gaby Varela, como ela é mais conhecida, sobretudo no meio digital, onde mantém perfil no Instagram Cola Preta (@colapreta). “As artes visuais surgem em meio a pandemia. A Cola Preta é fruto de minha experiência como pesquisadora de temas étnico-raciais e de comunidade tradicional de terreiro”, explica.

A Galeria de Exposições Sesc

Criado em 2015, o projeto desenvolve um importante papel no estado do RN, atuando com ações de fomento cultural, difusão e arte educação.

Entre os anos de 2015 a 2021, o projeto desenvolverá 35 exposições e atingiu um público de mais de 20 mil pessoas que participaram de visitas mediadas, debates, oficinas e outras ações, preenchendo todos os meses do ano, de segunda a sexta, das 9h às 19h.

Destaque: a Galeria Sesc é um dos poucos espaços que desenvolve mediação em artes visuais de forma sistemática na cidade, por meio da realização de ações arte educativas direcionadas para os diversos públicos.

Perfil do público: além do público comerciário, seus dependentes e o público em geral, é realizado agendamentos de grupos escolares por meio do projeto Combo Cultural.