sexta-feira, 27 de agosto de 2021

Mesmo com tantos aumentos, Ministro da Economia questiona qual o problema da energia ficar ainda mais cara

| |

O aumento na conta de luz tem pesado no orçamento das famílias e é um dos fatores que pressionam a inflação, mas o ministro da Economia, Paulo Guedes, não vê problemas para atravessar o atual momento.

"Se no ano passado, que era o caos, nós nos organizamos e atravessamos, por que nós vamos ter medo agora? Qual o problema agora que a energia vai ficar um pouco mais cara porque choveu menos?", disse Paulo Guedes, durante lançamento da Frente Parlamentar do Empreendedorismo.

Guedes disse que a economia brasileira está "vindo com toda a força" após a crise causada pela pandemia da covid-19, mas admitiu que "há, sim, nuvens no horizonte. Temos a crise hídrica forte pela frente, mas a economia brasileira está furando as ondas", reconheceu.

A crise hídrica levou o governo a anunciar nesta quarta-feira, 25, medidas para redução do consumo de energia para toda a administração pública federal. Decreto presidencial editado hoje determina a redução do consumo de eletricidade desses órgãos entre 10% e 20% em relação ao consumo do mês nos anos de 2018 e 2019, ou seja, antes do período pré-pandemia.

O governo está pedindo que a sociedade e indústrias façam um esforço pela economia de energia e evitem desperdícios.

Com informações de: uol