sexta-feira, 24 de setembro de 2021

Guarda Municipal intensifica patrulhamento noturno nas unidades de saúde da capital

| |

A Ronda Saúde da Guarda Municipal do Natal (RondaS/GMN) iniciou nesta semana um serviço de patrulhamento noturno intensificado voltado para as unidades de saúde municipais. O trabalho consiste em focar guarda e viaturas numa região específica da cidade e pontuar ações preventivas noturnas em cada um dos prédios públicos de saúde.

O patrulhamento de saturação foi iniciado compreendendo os Distritos Sanitários Norte I e II, situados na Zona Norte da capital. A ação monitora durante a noite e madrugada as unidades básicas de saúde, unidades de pronto atendimento, maternidades, centros de atenção psicossocial, entre outros que estão localizados na área norte da cidade.

A titular da Secretaria Municipal de Segurança Pública e Defesa Social, Sheila Freitas, ressaltou a importância desse patrulhamento noturno como uma forma de prevenir e combater furtos e roubos nas unidades de saúde, principalmente tentativas de arrombamentos que é um delito executado comumente durante a noite e madrugada. “O patrulhamento noturno é importante para manter a segurança nas unidades de saúde, como também para evitar outros delitos em toda a região que está sendo patrulhada pela Guarda Municipal”, disse.

O coordenador do Ronda Saúde da GMN, R. Costa, informou que foram patrulhados 32 prédios da saúde pública municipal da Zona Norte, sendo empregadas na ação preventiva três viaturas e 12 guardas municipais. “O patrulhamento noturno por área tem esse objetivo de ampliar a segurança nessas unidades. No serviço, as guarnições fazem rondas nas imediações utilizando viaturas e a pé averiguam toda área externa e terreno dos prédios”, contou o coordenador.

O patrulhamento de saturação noturna empregado pelo RondaS/GMN vai continuar contemplando as demais áreas dos Distritos Sul, Leste e Oeste, sendo as rondas realizadas de maneira aleatória dando prioridade a cada uma das regiões por noite. No total, o RondaS atua 24h em patrulha direcionada a 98 unidades de saúde municipais distribuídas nos cinco distritos sanitários da capital.