terça-feira, 14 de setembro de 2021

Suspeito de atear fogo e matar vítima que estava deitada numa rede, apresenta-se à Polícia

| |

Antônio Alisson de Souza Silva
foi preso nesta terça-feira (14), após se apresentar acompanhando de uma advogado na 2ª Delegacia Distrital da Polícia Civil, no bairro Nova Betânia, em Mossoró/RN. Ele é suspeito de ter ateado fogo no corpo do comerciante Clézio Saraiva Dantas, fato ocorrido na madrugada do último 22 de agosto, quando o mesmo estava deitado em uma rede.

A vítima ficou internada durante alguns dias no Hospital Walfredo Gurgel, em Natal, capital do estado, mas não resistiu aos ferimentos e foi a óbito no dia 05 de setembro. A investigação do caso teve início na 2ª DP, como tentativa de homicídio, mas com a morte da vítima, o caso passou a ser considerado como homicídio.

O delegado da distrital, Dr. Início Rodrigues, concluiu as investigações e chegou ao suspeito de ter cometido o crime. As investigações apontaram que o suspeito estava drogado no momento do crime e que havia entrado em surto psicótico. "Em meio ao surto, o suspeito fantasiou que a filha dele, que não existe, estaria sendo supostamente violentada pela vítima."

O pedido de prisão preventiva foi solicitado a justiça e na última sexta-feira, o juiz da 1ª Vara Criminal, Dr. Vagnos Kelly de Figueiredo, expediu a ordem de prisão. No final de semana, foram realizadas diligências no sentido dar cumprimento ao mandado judicial, mas o suspeito não foi localizado.

Na manhã desta terça, Alisson de Souza Silva resolveu se entregar. Após o cumprimento do mandado de prisão, o suspeito foi encaminhado à Cadeia Pública de Mossoró, onde ficará à disposição da justiça. De acordo com o DPC Inácio Rodrigues, o inquérito será encaminhado à Delegacia de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP), que vai dar sequência as investigações.

Com informações de: fimdalinha