quinta-feira, 21 de outubro de 2021

MPRN pede na Justiça que as aulas presenciais sejam retomadas no município de Mossoró

| |

Ordenar o município de Mossoró à retomada das aulas presenciais na Justiça: esse é o objetivo de uma ação civil pública movida pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) em virtude dos estudantes ainda estarem tendo aulas somente na modalidade virtual.

Entre os pedidos feitos à Justiça estão, que até o final de outubro, Mossoró seja obrigado a implantar o sistema presencial em número não inferior a 50% das unidades da rede municipal de ensino. E, até o final de novembro, implementar um acréscimo de novas unidades no sistema presencial, atingindo um número não inferior a 70% das unidades da rede.

Além disso, MPRN quer que o município inicie o ano letivo de 2022 com 100% das escolas no sistema presencial, exceto se as condições sanitárias não permitirem.

Na ação, o MPRN enfatiza que o Brasil está retomando as aulas presenciais. O RN está trabalhando no formato presencial com 100% dos alunos desde o último dia 4 de outubro, sendo acompanhado pela maioria dos municípios. As escolas privadas, por sua vez, também ampliaram o presencial e passaram para o modelo híbrido, com a transmissão de aulas via internet.

Contrário a todo a esse movimento de abertura, porém, Mossoró decidiu manter seus alunos nas salas virtuais até o final do ano letivo de 2021, como se a pandemia ainda estivesse no ápice.