terça-feira, 5 de outubro de 2021

Semtas qualifica 25 novos profissionais na área de Alimentos

| |

A Secretaria do Trabalho e da Assistência Social (Semtas) entregou os certificados dos 25 estudantes que participaram do curso de Manipulação Segura de Alimentos. A solenidade aconteceu na tarde desta segunda-feira (04), no Centro de Referência de Qualificação Profissional para o Trabalho, no conjunto Gramoré, zona norte da capital e contou com a presença do titular da Semtas, Adjuto Dias e da diretora do Departamento de Desenvolvimento e Qualificação Profissional, Renata Araújo.

O curso de Manipulação Segura de Alimentos tem 60 horas e é pré-requisito para todos que querem ingressar no mercado de trabalho de Alimentos e Bebidas (A&B) para atuar em hotéis, bares, restaurantes, pizzarias e rotisserias, cozinhas industriais e institucionais. Todo o conteúdo das aulas é voltado para o treinamento de pessoas que trabalham com o preparo de alimentos para o consumo.

João Victor Bezerra, foi escolhido para ser o orador da turma, para ele, que já trabalha na área, o curso trouxe novos aprendizados. “Agora vou poder colocar em prática todo esse conhecimento para me tornar um funcionário melhor e estar mais preparado para o que o mercado de trabalho solicita”.

O secretário Adjuto Dias destacou o trabalho de capacitação que a Semtas desenvolve junto aos jovens de Natal e região metropolitana. “É uma grande oportunidade com os cursos de qualificação profissional. Nosso trabalho é ajudar esses jovens a encontrarem um caminho para a colocação no mundo do trabalho, principalmente num momento delicado como esse. Essa é a primeira formatura desde que a pandemia começou, então essa formatura tem um significado especial para todos nós”.

Já a diretora do Departamento, Renata Araújo falou sobre o empenho do Centro de Referência de Qualificação Profissional para o Trabalho no cumprimento dos protocolos de segurança para a prevenção da Covid-19. “Foi um momento histórico e de muita alegria para todos nós, ver a primeira turma ‘pós pandemia’ se formar. E mais ainda, por não termos tido nenhuma ocorrência de Covid durante o curso, sempre obedecendo a todos os protocolos de segurança”, disse Renata.