segunda-feira, 25 de outubro de 2021

[Vídeo] Porteiro idoso é agredido por morador policial penal em condomínio da zona sul da capital

| |

Imagens de câmeras de segurança flagraram o momento em que um porteiro foi agredido por um morador, na guarita de um condomínio, localizado na zona sul, de Natal. O caso aconteceu na semana passada, mas os vídeos só foram divulgados nesse fim de semana. Em entrevista à TV Tropical nesta segunda-feira (25), a vítima - que preferiu não se identificar, diz temer pela vida. “Ele falou que eu tinha que morrer. Estou ameaçado de morte. Acho que, na hora que ele me ver novamente, ele me mata”, relatou o homem.

O agressor é um policial penal. Pelas imagens, é possível ver o momento em que ele depreda o portão do condomínio e cruza a entrada carregando uma caixa de bebidas. Alterado, ele invade a guarita e começa a desferir socos, tapas e empurrões contra o porteiro. Apesar de ainda trabalhar, a vítima trata-se de um idoso. Com a agressão, o porteiro teve os dedos fraturados e precisará passar por cirurgia.

“Eu cheguei na guarita para receber o serviço na troca de turno. O agressor saiu da portaria já levando o portão na mão e jogando fora. Retornou para a portaria já me dando soco no rosto, falando que eu tinha que morrer, falando que eu não sabia trabalhar. Ele se retirou da portaria, foi para a churrasqueira que estava reservada para ele, pegou a pistola e me agrediu novamente. Chegou a pegar meu celular da mão e torceu a minha mão”, contou o porteiro.

A vítima contou que se escondeu no estacionamento do subsolo e conseguiu fugir do local antes que algo mais grave pudesse acontecer. Ele foi atendido no Hospital Walfredo Gurgel com fratura na mão e lesões no rosto. O trabalhador também abriu um Boletim de Ocorrência e o caso deve ser investigado pela Polícia Civil. A administração do condomínio informou que iniciou os trâmites para a apuração e está dando suporte necessário à vítima. A Secretaria de Estado da Administração Penitenciária (Seap), onde o policial é lotado, ainda não se pronunciou sobre o caso.

Com informações de: portaldatropical