quinta-feira, 4 de novembro de 2021

CPI da Covid: deputado Kelps pede à Justiça condução coercitiva do petista Edinho Silva

| |
O prefeito de Araraquara, Edinho Silva | Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O prefeito Edinho Silva, do PT de Araraquara-SP, não compareceu à CPI da Covid no Rio Grande do Norte, na tarde desta quinta-feira (04), na Assembleia Legislativa. Sua convocação foi aprovada em 21 de outubro, na condição de testemunha.

Entendendo a ausência como desrespeito à Assembleia do RN, o presidente da Comissão de Inquérito, o deputado Kelps Lima, determinou que seja feita à Justiça para que o prefeito seja trazido coercitivamente para prestar depoimento em Natal.

A decisão de acionar a Justiça já foi comunicada ao presidente da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira de Souza, que concordou com a medida.

Os membros da CPI quer que Edinho do PT esclareça o porquê do presidente do Consórcio Nordeste, Carlos Gabas, queria fazer a doação de R$ 4 milhões do dinheiro da entidade nordestina para a cidade de Araraquara, que é administrada atualmente por Edinho, interior de São Paulo.

Os deputados investigam a compra de 300 respiradores pelo Consórcio Nordeste por quase R$ 48,7 milhões e nunca foram recebidos. Reunindo os nove estados nordestinos, a associação é presidida pelo governador da Bahia, Rui Costa (PT), e tem como secretário-geral o petista Carlos Gabas _ que ficou em silêncio no dia do seu depoimento.