segunda-feira, 1 de novembro de 2021

Guarda Municipal monta operação para garantir segurança nos cemitérios no Dia de Finados

| |

A Secretaria Municipal de Segurança Pública e Defesa Social (Semdes) divulgou na manhã desta segunda-feira (1º) o Plano Operacional de Segurança Preventiva que será deflagrado nas primeiras horas da terça-feira (02), feriado do Dia de Finados. A ação coordenada pelo Comando da Guarda Municipal do Natal (GMN) vai mobilizar guardas e viaturas que vão patrulhar os oito cemitérios públicos municipais da capital, no horário das 7h às 22h.

A operação vai conta com um efetivo de 60 guardas municipais e 12 viaturas de patrulhamento móvel que vão atuar dentro dos cemitérios e em todas as áreas adjacentes a essas unidades que devem receber a visita de dezenas de pessoas durante todo o dia. Os cemitérios que vão contar com a presença efetiva da GMN são os do Alecrim, Bom Pastor I e II, Nova Descoberta, Igapó, Redinha, Ponta Negra e Pajuçara.

De acordo com a secretária da Semdes, Sheila Freitas, o trabalho de segurança preventiva vai ter um olhar mais atento durante a realização da programação religiosa que vai constar de celebrações de missas em dois turnos nos oito cemitérios públicos municipais. “Nesses horários, a participação das pessoas deve ser maior o que resulta também numa maior presença e atenção da Guarda Municipal para garantir a paz e a segurança da população, evitando, principalmente, delitos de furtos e roubos. Nossa missão é garantir que as visitam aconteça com segurança e tranquilidade”, comentou a secretária.

O subcomandante de Segurança da GMN, Carlos Cruz, contou que as equipes estão todas mobilizadas, equipadas e capacitadas para atender a segurança dos visitantes. Os guardas municipais vão utilizar armamento letais e não-letal durante a missão.

“Nossa missão é realizar o policiamento preventivo e ostensivo com o intuito de coibir crimes contra a pessoa e o patrimônio, desenvolver patrulhamento de combate a poluição sonora, em especial no entorno dos cemitérios, tendo como base o Lei Municipal 6246/11, como também estabelecer o apoio as demais Secretarias do município, que atuarão integradas”, informou o subcomandante Cruz.

Na missão, vai ser utilizado ainda um efetivo de serviço extra, ou seja, guardas municipais que estariam de folga naquela data. Com isso, o Comando da GMN buscou não comprometer o serviço ordinário, ficando guardas municipais e viaturas também à disposição do Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) para atender ocorrências pelo 190.

A operação mobiliza guardas municipais dos grupamentos operacionais da GMN como a Ronda Ostensiva Municipal (Romu), Grupamento de Ação Ambiental (Gaam), Grupamento de Ação Patrimonial (Gapa), e a guarnição de Supervisão.