Blog

Presidente do TJRN envia ofício para banco solicita estorno dos auxílios-moradia após determinação do CNJ

10.outubro.2017

Resultado de imagem para pagamentos

O presidente do Tribunal de Justiça do RN, Expedito Ferreira, solicitou nesta última segunda feira (09) ao Banco do Brasil que seja feito estorno de todos os pagamentos que foram realizados aos juízes e desembargadores do RN, que receberam o auxílio-moradia retroativo.

A determinação foi do ministro João Alberto, do STJ, que na notificou afirmou que a responsabilidade seria pessoal do presidente do TJRN, desembargador Expedito Ferreira, caso os valores não fossem ressarcidos. Havia sido creditado nas contas dos juízes R$ 34.808.032,33 e nas contas dos desembargadores, R$ 4.740.338,35 – totalizando R$ 39.548.370,68 milhões.

De acordo com o ministro, esses pagamentos causam um prejuízo aos cofres públicos.

 

Por: Salatiel de Souza