segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

TAVEIRA ESTUDA POSSIBILIDADE DE DECRETAR ESTADO DE CALAMIDADE EM ALAGAMENTOS


O prefeito de Parnamirim, Rosano Taveira, estuda a possibilidade de decretar estado de calamidade em alagamentos a fim de buscar recursos federais e, desta forma, realizar obras emergenciais nas lagoas que enfrentaram transtornos causados pelas fortes chuvas que caíram no município. Ao visitar todos os pontos críticos, o gestor constatou que os danos causados pelas chuvas requerem obras estruturais a longo prazo para evitar problemas de inundações como os ocorridos neste final de semana.

Acompanhado de secretários e membros da Defesa Civil municipal e estadual, Rosano Taveira percorreu todas as lagoas de Parnamirim e disse que o  momento é de alerta total diante do que viu e das previsões de mais chuvas para os próximos dias, segundo informou a Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn).

Com um volume de chuva de 410 mm desde o carnaval e 194mm de sexta-feira até hoje, a situação mais crítica foi observada nas lagoas Aderbal e Antônio Pontes, o que exigiu a colocação de bombas extras para ajudar a baixar o nível das águas. “Estamos com todas as nossas equipes de plantão e trabalhando em um plano emergencial para atender as famílias atingidas. A população de Parnamirim não está sozinha”, disse o prefeito Rosano Taveira durante fiscalização técnica às lagoas.

Segundo o secretário de Obras, Franklin Wanderley, na Lagoa Aderbal o prefeito determinou que a capacidade de vazão seja dobrada. Eliseu Dantas, coordenador da Defesa Civil também participou da vistoria às lagoas e disse “Estamos acompanhando todo o trabalho feito pela prefeitura”.

Com o apoio da Secretaria de Assistência Social (SEMAS) que também está de plantão, quatro famílias desabrigadas com as chuvas foram levadas para a Escola Municipal Luís Maranhão, em Monte Castelo, onde estão recebendo todo o apoio necessário. Vinte casas foram atingidas pelas inundações, mas a maioria buscou abrigo na casa de familiares. “Montamos uma estrutura aqui na escola para atender estas famílias. Providenciamos colchões, alimentação e roupas para estas pessoas que perderam tudo com as chuvas”, disse a secretária Elienai Cartaxo.

Com as equipes de plantão, quem necessitar de apoio do município pode ligar para os números 190; 193 ou 98855.2254