quarta-feira, 7 de março de 2018

Mulheres têm mais estudo, mas salário dos homens ainda é maior

Resultado de imagem para imagens de mulheres trabalhando

Rendimento habitual médio mensal das mulheres é de R$ 1.764 e dos homens é de R$ 2.306. Significa que elas ganham, em média, 75% do salário deles

A igualdade de gênero ainda tem um caminho a ser percorrido no Brasil. Apesar de estudarem mais do que os homens, conforme mostra o estudo Estatísticas de gênero: indicadores sociais das mulheres no Brasil, do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), divulgado nesta quarta-feira (7).
estudo tem como objetivo aprofundar os debates acerca do dia Internacional da Mulher comemorado nesta quinta-feira (8).
Nas últimas três décadas, o processo de mudança dos padrões culturais de gênero estão amenizando, ainda que lentamente, as tradicionais barreiras da entrada das mulheres no mercado de trabalho, além de sinalizarem uma redução de fecundidade e a elevação da continuidade dos níveis de escolaridade das mulheres.
De acordo com dados da PNAD Contínua 2016, não houve diferença expressiva no ensino fundamental entre homens e mulheres, pois o acesso à escola na faixa etária de 6 a 14 anos está praticamente universalizada.
A frequência escolar entre pessoas de 15 a 17 anos, independentemente do nível de ensino, ou seja, a frequência escolar bruta, também mostrou uma proximidade entre mulheres e homens: de 87,1% e 87,4%, respectivamente.
com informações de R7.com